quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

GREVE: Oposição Rodoviária diz que motoristas e cobradores cruzarão os braços nesta sexta

Em contrapartida, Sindicato negou a informação e disse que serviço será normal


Os usuários de ônibus do Recife e Região Metropolitana devem ficar em alerta para uma possível paralisação do serviço nesta sexta-feira (31). O grupo Oposição Rodoviária afirmou que das 6h às 10h, toda a categoria vai cruzar os braços. O motivo do ato seria a forma como foi conduzida a organização da eleição sindical maracada para o dia 11 de fevereiro. Segundo eles,  o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros, Patrício Magalhães, estaria "burlando" o processo para que seja favorecido e reeleito por mais cinco anos.
Segundo um representante da Oposição Rodovários Pernambuco CSP Conlutas, Aldo Santos, a categoria está indignada e desgastada com a mesma gestão há muitos anos e pretende lutar por seu direito de democracia. “A classe rodoviária que protestar contra um sindicato que vem se mantendo no poder há cerca de 33 anos”. Ele promete ainda que a manifestação será pacífica.
Em contrapartida, Patrício Magalhães informou por telefone que não há possibilidades de a paralisação acontecer. “É tudo mentira deles. Eles não são nem trabalhadores rodoviários e muito menos estão vinculados ao nosso Sindicato, por isso não podem concorrer nas eleições. O que querem é se favorecer para conseguir cargos políticos”, disparou em tom enfurecido.
Ainda de acordo com Magalhães, os próprios motoristas e cobradores não querem cruzar os braços. “Eu já conversei com os trabalhadores e eles são contra esse absurdo. O serviço nesta sexta-feira será normal”, disse. E completou: "Se essa mobilização acontecer, quem participar vai ser punido". 
Caso o ato aconteça, os motoristas irão convergir em pontos estratégicos da cidade, como os bairros da Macaxeira, Zona Oeste, do Barro, na Zona Sul, e a avenida Guararapes, no Centro do Recife . Nesses locais, carro de som e militância se juntarão para manifestar a indignação da categoria. Cerca de 20 mil profissionais podem aderir ao protesto, conformeSantos.
Sobre o edital que convocou aschapas a se candidatarem nas eleições para os novos representantes do sindicato, Patrício informou que o documento foi divulgado no Diário Oficial do dia 09 de dezembro de 2013 e que também se encontra disponível na sede do sindicato, que fica na rua Araripina, em Santo Amaro. 
Fonte: FolhaPE/Foto: Arthur Mota - Atualizado às 15:50h

Nenhum comentário:

Postar um comentário