quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

ITAMARACÁ: Sai Programação de Carnaval. Lia é a homenageada deste ano

Além de Lia, grandes nomes fazem do Carnaval da Ilha um dos melhores do Estado

Prefeito Mosar Tato abraçado à Homenageada Lia de Itamaracá/Foto: Reprod. Internet
Saiu na última segunda-feira (20), a Programação dos festejos de Carnaval da Ilha de Itamaracá, sendo considerada como uma das melhores do Estado, levando em consideração a crise econômica vivenciada por todas as cidades. Atrações como Alceu Valença, Nonô Germano, Karina Spinelli e tantos outros farão a Ilha frevar e sambar à vontade.

Uma outra notícia muito bem-vinda pelos ilheus foi a escolha da Prefeitura pela homenageada, a Cirandeira Lia de Itamaracá. Segundo depoimentos, uma justa homenagem a um ícone da Cultura Municipal de projeção Nacional.

Programação:

Sexta-feira
Lia de Itamaracá
Alceu Valença
Bateria A Cabulosa

Sábado
Selma do Coco
Karina Spinelli
Samba Soul Delas
Orquestra Orquestra Freiviocando

Domingo
Totinha do coco
Edu Brasil
Cris Galvão
Grupo Bongá
Ed Carlos

Segunda-feiraDona Anjinha do Coco
Day Off
Edilza Aires
Orquestra 100% Mulher
Zuza Miranda e Thaís

Terça-feiraAlmério
Balanço Black
Grupo Afro Resistência Negra
Samba do Preto Velho
Nonô Germano

Por Marcelo Santana/Jornal PE da Gente/Foto: Reprod. Internet

sábado, 18 de fevereiro de 2017

IGARASSU: Vereadores da Cidade recebem visita cordial do Senador Armando Monteiro

Para o Presidente da Câmara, Armando Monteiro representa uma voz amiga em defesa dos interesses de Igarassu

Ontem (17), cumprindo agenda de visita à cidades de Pernambuco, o Senador Armando Monteiro (PTB) esteve durante todo o dia na Cidade de Igarassu, Região Metropolitana do Recife. Em sua comitiva também esteve o Deputado Federal Jorge Côrte Real (PTB).

Após ser recepcionado pelo Prefeito Mário Ricardo (PTB) na Sede do Poder Executivo, os visitantes seguiram em caminhada até a Câmara Municipal, onde foram recebidos pelo Presidente do Legislativo, Elvis Presley (PSDB), e demais parlamentares para um farto café da manhã. "É uma honra receber na manhã de hoje tão ilustre representante de nosso Estado no Senado Federal, o amigo de todos nós, Armando Monteiro. Um exemplo de bom político que tem muito bem colaborado com a defesa e desenvolvimento de nossa querida Cidade de Igarassu. Senador, sinta-se à vontade e conte com este Poder que ora represento para que juntos possamos melhor desempenhar nosso compromisso de termos uma sociedade cada vez melhor." - Disse o Presidente.

Em curto discurso, Amando Monteiro expressou sua satisfação por estar mais vez na Cidade que sempre o acolhe carinhosamente, e agradeceu a calorosa receptividade dos anfitriões. Disse ainda de sua alegria em saber o quanto Igarassu vem sendo bem cuidada por um correligionário que considera um admirável político e amigo pessoal. "Todo projeto político de qualidade precisa estar inspirado em casos de sucesso, assim, digo que o modelo de administração que Mário Ricardo implanta em Igarassu é nossa referência." - Externou Monteiro que ao se referir ao Estado, disse que "Pernambuco tem governador mas não tem governo". Uma crítica a forma que o PSB vem trabalhando, principalmente no tocante ao que mais vem desgastando o Governo, que é a segurança pública.

No discurso do Prefeito, gratidão foi a palavra central. Mário Ricardo agradeceu a visita do amigo e todo seu empenho em acompanhá-lo todas as vezes que vai à Brasília em busca de conseguir recursos para o Município. O Prefeito também aproveitou para agradecer a atenção que o Deputado Côrte Real tem para com Igarassu, e fez a referência que ele tem sido o Parlamentar Federal que mais tem destinado recursos para a Cidade,

Após o café da manhã a Comitiva seguiu para conhecer alguns pontos turísticos da Cidade Mãe de Pernambuco, e à tarde, finalizando a estadia, Armando Monteiro participou do momento oficial e comemorativo de abertura do Ano Letivo da Rede Pública Municipal de Ensino.

Por Marcelo Santana/Jornal PE da Gente/Fotos: Reprod. Internet

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

IGARASSU: Vereadora Prazeres reclama de furto sofrido na Câmara Municipal

Em virtude do ato, a Parlamentar solicitou da atual Mesa Diretora que sejam instaladas câmeras de monitoramento na Casa

A criminalidade tem alcançado índices terrivelmente alarmantes, fato que não deixou escapar nem mesmo a Sede do Poder Legislativo Municipal da Cidade de Igarassu. Fazendo com que a Vereadora Maria dos Prazeres tivesse seu aparelho de celular furtado em uma das dependências do Prédio. "Acho isto um absurdo e não aceito. Durante a legislação passada em nenhum momento ocorreu uma coisa dessas. Temos que agora viver em estado de insegurança até dentro da Câmara? Solicito que providências sejam tomadas imediatamente". Declarou a Vereadora na Sessão Ordinária de ontem (16).

Maria dos Prazeres, que tem cobrado dos Governos Municipal e Estadual maior segurança para toda Igarassu, registrou a ocorrência da Delegacia da Cidade. E segundo a Assessoria do Presidente da Câmara, já estão sendo tomadas as providências para que seja atendida a solicitação da Parlamentar em instalar câmeras de monitoramento nas áreas internas e externas do Prédio.

Por Marcelo Santana/Jornal PE da Gente/Foto: Reprod. Internet

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

IGARASSU: Depois de 46 dias de férias, vereadores voltam ao efetivo trabalho na Casa de Duarte Coelho

A partir de agora, por iniciativa do Ver. Paulo Uchôa, a Câmara Municipal deixa de ter 4 recessos por ano para terem apenas 2 recessos

Na tarde de ontem (15), a Câmara Municipal da Cidade de Igarassu, RMR-PE, deu início ao primeiro Período Legislativo. E contou com a presença do então Prefeito Mário Ricardo (PTB), que cordialmente sempre tem feito questão de prestigiar, junto com seu corpo de secretários, os inícios desses períodos.

Na abertura, mesmo iniciando com atraso do horário previsto, o Legislativo, na pessoa de seu novo Presidente, o Ver. Elvis Henrique (PSDB), apresentou uma novidade muito elogiada pelos parlamentares e público presente: a instituição de um sistema de comunicação dinâmico e interativo, que tanto aproximará a população desse Poder quanto mostrará maior transparência de seus trabalhos e atuação dos vereadores.

De acordo com o Jornalista Helder Fraga, responsável pelo Sistema, todas as sessões serão filmadas e transmitidas ao vivo para a população que poderá assistir pela Internet. E ainda estará disponível aos munícipes um aplicativo de celular onde tanto poderão acompanhar as atividades legislativas como interagir com a Casa, fazendo denúncias e buscando esclarecimentos sobre serviços e equipamentos públicos. Será publicado bimestralmente uma revista impressa do Poder Legislativo, e será publicado na Imprensa local informativos da Câmara.

Uma outra novidade, esta por iniciativa do Vereador Paulo Uchôa (PDT), é que os vereadores de Igarassu não mais terão o direito de gozarem de quatro períodos de recesso, como era antes determinado pelo Regimento Interno da Casa. A partir desta legislatura, por Emenda Parlamentar do Paulo Uchôa apresentada e aprovada ano passado, a Câmara terá apenas dois recessos. "Injusto todas as classes de trabalhadores terem 30 dias de recesso e nós vereadores 120 dias. Reduzir de 4 para 2 recessos ainda não é o ideal, mas representa um grande avanço nessa questão". Declara o Autor da Emenda.

Por Marcelo Santana/Jornal PE da Gente/Foto: F. Ribeiro

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Sucesso no Nordeste, rapadura ganha adaptações em pratos doces e salgados

Chefs reinventam a iguaria nordestina - consumida desde a época colonial - com criatividade e receitas sofisticadas

A rapadura é a estrela de diversas receitas da cozinha regional pelas mãos de chefs pernambucanos. Rústico, o ingrediente doce ganha versões elaboradas. É o caso da entrada do Forneria 1121, a partir do trabalho do chef Hugo Prouvot, com queijo holandês gratinado com rapadura acompanhado por pão italiano (R$ 29,90). "É um ingrediente muito versátil. Usada em molhos, a rapadura é responsável pelo sabor, pela textura e cor. Ela pode entrar em qualquer receita com personalidade e fazer bonito”, garante. O caráter adocicado pode ser subvertido, ensina o chef. “Ela é muito doce e aromática, chega até a ser amarga. Há uma densidade que precisa de um elemento ácido, como o limão ou o vinho branco".

No Brasil colonial, o produto originado do caldo da cana-de-açúcar foi moldado em barras para facilitar o transporte. No Sertão nordestino, era alimento obrigatório para os cangaceiros durante as longas caminhadas. “Estava sempre ao alcance, no bornal - bolsa que eles usavam a tiracolo - e era consumida para repor as energias. A rapadura continua no dia a dia do sertanejo até hoje”, explica o coordenador da Fundação de Cultura Os Cabras de Lampião, Karl Marx.

Apesar de perceber uma certa resistência por parte do grande público, o chef Rivandro França costuma explorar o ingrediente no cardápio do Cozinhando Escondidinho, em Casa Amarela. Ela aparece em entradas, no prato principal e nas sobremesas. “Mesmo sendo um produto local, as pessoas rejeitam. Não acredito que seja o sabor, mas preconceito mesmo”, comenta. Na forma de melaço ou sorvete, a rapadura é usada na Tijela de sabores (doce de jaca, banana ou caju acompanhado por farofa de bolo de rolo, bola de sorvete de rapadura e calda) ou no Doce sabor de Pernambuco (de macaxeira, rapadura, coco e cachaça).

O chef Douglas Van Der Ley mescla produtos regionais em receitas da culinária japonesa no seu SOS Okinawa e não esqueceu da rapadura. Na casa, um dos pratos é O varal de Lampião - lâminas de salmão marinadas em molho aromático de rapadura com perfume de flores do Sertão. “O principal desafio é saber harmonizar. Ela tem um sabor forte e deve ser usada com sutileza para dar equilíbrio. É possível fazer combinações com notas ácidas ou picantes para levar para uma receita salgada com facilidade”, explica.

Resgatando os sabores e aromas do passado, a chef Carmen Virgína vai incluir no novo cardápio do Altar Cozinha Ancestral, em Santo Amaro, a Carne de sol ao molho de meladinha, na redução de rapadura e cachaça acompanhada por pirão de leite. A ideia surgiu a partir do aperitivo Meladinha - cachaça com rapadura e especiarias, aprovada pelos clientes. “Já usava em outras receitas. Muita gente não sabe, mas quebrro a acidez da galinha à cabidela com o melaço da rapadura. Dessa vez, quis dar destaque no novo prato”, explica. “A rapadura é o açúcar em sua forma mais natural, saborosa e pura. Tem sabor de infância, que remete ao Recife dos engenhos, quando se sentia o cheiro da cana no ar”, comenta Mãe Carmen.

A chef Andreia Pires, à frente do recém-inaugurado Mercearia do Braz, resgata a regionalidade com toque sofisticado no menu. Ela usa o nome original do ingrediente na sobremesa Raspa dura - mousse de leite de coco e coco ralado, com calda à base de rapadura e cachaça e farofa crocante. “É um insumo rico em cálcio e vitamitas e mais nutritivo que o açúcar refinado”, comenta. Nessa pegada mais saudável, a chef Sofia Mota, do Sofit Gourmet Saudável, substitui o açúcar branco pela rapadura em bolos, panquecas e granolas. O carro-chefe é o Brownie de chocolate com rapadura - a massa leva batata-doce, ovo, chocolate em pó 100%, rapadura e óleo de coco. O buffet Leda Dourado Recepções incorporou o ingrediente em diversas receitas. O insumo aparece no cheesecake de rapadura e no camarão crocante com massa folhada e calda de rapadura. “Adequar uma receita à rapadura é muito mais fácil. Ela entra enquanto farofa ou crosta, em um pernil, por exemplo”, explica a chef Belle Dourado, à frente da empresa.
Serviço

Altar Cozinha Ancestral
Endereço: Rua Francisco Jacinto, 368, Santo Amaro
Informações: 99800-1090

Cozinhando Escondidinho
Endereço: Rua Conselheiro Peretti, 106, Casa Amarela
Informações: 3451-0599

Forneria 1121
Endereço: Avenida Conselheiro Rosa e Silva, 1121, Aflitos
Informações: 3072-8316

Leda Dourado Recepções
Endereço: Rua Dois Irmãos, 147, Apipucos
Informações: 3304-7666

Mercearia do Braz
Endereço: Rua Visconde de Goiana, 139, Boa Vista
Informações: 3128-1344

SOS Okinawa
Endereço: Avenida Conselheiro Aguiar, 2942, Pina

Sofit Gourmet Saudável
Informações: 99719-0003

Fonte: Pernambuco.com/Fotos: Reprod. Internet

Projeto de Armando que elimina firma reconhecida e cópia autenticada vai à Câmara dos Deputados

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (15), projeto de lei de autoria do senador Armando Monteiro (PTB) que  elimina as exigências de reconhecimento de firma e de cópia autenticada na apresentação de documentos. O projeto, que racionaliza e simplifica atos administrativos dos órgãos do governo federal, segue agora direto ao exame da Câmara dos Deputados.

Determina o projeto - PLS 214/2014 - que na dispensa do reconhecimento de firma cabe ao agente administrativo confrontar a assinatura com o documento de identidade ou, estando o signatário presente, lavrar a autenticidade no próprio documento. Na eliminação da autenticação, o próprio agente atestará a autenticidade comparando o original e a cópia.

O projeto elimina, também, a obrigatoriedade de apresentação de certidão de nascimento, que pode ser substituída pela carteira de identidade ou carteira de trabalho, entre outros documentos, e o título de eleitor, exigível somente no ato de votação. Outro documento eliminado é a autorização com firma reconhecida para viagem de menor quando os pais estiverem presentes ao embarque.

Burocracia absurda - A iniciativa de Armando Monteiro proíbe a exigência de prova referente a fato já comprovado pela apresentação de outro documento válido. Determina que, quando não for possível obter documento comprobatório de regularidade diretamente junto ao órgão por razões alheias ao solicitante, os fatos poderão ser comprovados por declaração escrita e assinada pelo cidadão.

O projeto de lei estabelece ainda que, à exceção da comprovação de antecedentes criminais, de informações sobre empresas ou em outras situações expressamente previstas em lei, os órgãos governamentais não poderão exigir certidões ou documentos expedidos por outros órgãos da mesma esfera administrativa.

“Nossa absurda burocracia está tão entranhada na administração pública brasileira que fracassaram todas as tentativas de reduzi-la, à exceção da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que obteve razoável sucesso em melhorar o ambiente dos pequenos negócios no país”, assinala o senador pernambucano nas justificativas do projeto de lei.

Salienta que oito decretos foram editados, nos últimos anos, com medidas idênticas ao do seu projeto de lei, mas não são cumpridos, em parte porque são hierarquicamente inferiores a uma lei. “A burocracia faz com que o reconhecimento de firma seja mais importante do que a presença do próprio signatário e a conta de água ou de  luz tenha mais credibilidade do que a declaração do endereço residencial feita pelo próprio cidadão”, completa Armando Monteiro.


Na votação  da CCJ, o senador Hélio José (PMDB- DF) elogiou a iniciativa. “É um caminho louvável para a desburocratização. O brasileiro não pode mais sofrer tanto para ser atendido”, assinalou.

Da Assessoria do Senador/Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação.